No Dia Mundial do Orgasmo, sexóloga dá dicas para “chegar lá”

Dizem por aí que é “impossível” explicar um orgasmo. Para saber como é, só sentindo. Mas… sabia que nem todo mundo consegue “chegar lá”? Por isso, nesse 31 de julho, quando se comemora o Dia Mundial do Orgasmo, conversamos com a sexóloga Eliana Abreu para tirar as dúvidas mais comuns relacionadas ao tema e, por quê não (?), algumas dicas que precisam ser compartilhadas.

Para a especialista, o orgasmo ainda é uma dificuldade e “tabu” para muita gente por ser visto como uma “meta obrigatória” a ser alcançada. “Quando a pessoa não o atinge, culpa o(a) parceiro(a), sente-se diminuído e incompetente, mas o orgasmo é individual. Não está no órgão sexual do outro”, explica.

Ela diz, ainda, que existem vários tipos de orgasmo: clitoriano (preferência feminina), vaginal, anal e até pelos mamilos. “É importante saber que o clímax pode ser despertado em várias regiões do nosso corpo, que é repleto de pontos de erotização”, afirma Eliana.

Para quem tem dificuldade, ou até mesmo nunca teve um “ápice do prazer” a sexóloga indica alguns “truques” para que o orgasmo seja viável sem a ajuda de uma parceria, necessariamente. “Vale se tocar (masturbação), fantasiar e até usar técnicas de relaxamento. Tudo isso estimula o desejo sexual e inibe a ansiedade, facilitando a sensação do orgasmo”.

Se, ainda assim, a pessoa continuar com dificuldade, talvez seja a hora de buscar ajuda profissional. “A terapia sexual é o caminho para a saúde sexual, pois as crenças irracionais dão lugar aos pensamentos positivos”, conclui Eliana.

Se tiver alguma sugestão, história ou curiosidade, mande um e-mail para sexon@aratuonline.com.br.

Fique à vontade. O prazer é nosso!

Ex-atriz pornô, Márcia Imperator lança curso online para ajudar homens a transar

Uma das estrelas dos filmes adultos mais famosas no Brasil, Márcia Imperator resolveu usar sua experiência na pornografia para ajudar homens a darem prazer e conquistar as mulheres na hora do sexo. No curso online “Prazer, Imperator”, de seis módulos com valor promocional de R$ 197 , Márcia promete tornar seus alunos um “homões da porra”.

“Coisa mais gostosa que sexo, pra mim, não existe. Faz bem para a pele, para o humor, cabelo… Mulher sem sexo é muito chata. Homem sem sexo é insuportável… Está na hora de aprender algo diferente. Esse curso vai ajudar tanto a você quanto a sua parceira, vai te ajudar a ser mais feliz sexualmente. Bora brincar de sexo? Se você for um bom aluno, você vai tirar 10 na prova, hein?”, diz Imperator no vídeo de divulgação do curso.

Entre os assuntos abordados nos módulos estão dicas do que as mulheres adoram na cama, a importância do beijo no prazer, como dar prazer no sexo anal, fetiches e brinquedos sexuais. Márcia também ficou conhecida como a musa do Teste de Fidelidade do programa do João Kléber, posou nua seis vezes e atuou em mais de 15 filmes pornográficos.

Veja vídeo:

Se tiver alguma sugestão, história ou curiosidade, mande um e-mail para sexon@aratuonline.com.br.

Fique à vontade. O prazer é nosso!

“Deus tá vendo”: saiba o que pode e o que não pode no sexo entre evangélicos

Por causa da fornicação, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu próprio marido.

1 Coríntios 7:1,2

A passagem bíblica citada acima é o início do versículo onde o apóstolo Paulo ensina “irmãos” e “irmãs” a como lidarem com as relações sexuais após o casamento. Mas a fornicação é mesmo encerrada com a efetivação do matrimônio entre homens e mulheres?

Até mesmo quando se já é casado, quem segue a palavra de Deus precisa ficar em estado de alerta para não se entregar ao pecado da luxúria. Ao contrário do que se imagina quando o assunto é a junção do sagrado com o profano, a bíblia demonstra certa flexibilidade, desde que os cônjuges estejam em comum acordo.

Mas, tenha fé, não há nada que o SexOn não possa te ajudar. Confira o que pode e o que não pode durante a relação sexual se você for evangélico E casado — se for solteiro é melhor esperar seu varão ou varoa, afinal, “Deus tá vendo”.

LEIA MAIS: Sentir pouco tesão é normal? Sexóloga responde em vídeo; assista

Posições sexuais

Esse é um dos temas menos polêmicos entre os seguidores do ensinamento de Jesus Cristo. Até Kama Sutra Gospel já existe, com direito a abertura do mar vermelho e sentada diante do trono. A criação da novidade, porém, não é de responsabilidade de qualquer igreja tradicional, mas pelo religioso Oswaldo Aguiar Júnior, que renomeou as posições mais famosas — e gostosas.

1. O cajado do pastor

O “papai e mamãe” também pode ser abençoado. Em “O cajado do pastor” a mulher deita na cama de bruços enquanto seu varão, por cima, investe seu cajado. Para ajudar, ela pode colocar uma travesseiro embaixo para potencializar o prazer aumentando o contato do clitóris com a o corpo dele.

2. A oferenda

A mulher fica de quatro enquanto o homem penetra na vagina por trás. O homem precisa tomar cuidado para não investir no local indevido, é pecado.

3. Abrindo o mar vermelho

Segundo o relato bíblico, um dos mais marcantes momentos durante o êxodo foi a abertura do Mar Vermelho para a fuga do povo perseguido. Mas nessa posição ninguém vai fugir. A esposa fica deitada de pernas abertas enquanto o seu varão, por cima, penetra. Ela vai precisar de certa elasticidade, mas depois vai dar graças.

Sexo anal

A bíblia condena a prática completamente. Em Gênesis fica claro a proibição, quando é narrado a ida de anjos a cidade de Sodoma e Gomorra e a repugnação do sexo anal pela quantidade de homens que praticava. O ato foi considerado promíscuo e associado à homossexualidade.

Sexo oral

A prática não é mencionada nas escrituras, portanto fica a critério do casal, sempre em comum acordo, realizar o ato ou não. Lembre-se que, se ajoelhou, tem que orar.

Masturbação

Em Gálatas 5:19 é possível entender um pouco o que Jesus Cristo espera dos seus seguidores:

Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.

A prática da masturbação exige do praticante que imagine, e portanto deseje, a carne alheia, portanto é vista como pecado, ainda que seja um alívio sexual pedido pelo corpo.

Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu.
Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.

1 Coríntios 7:8,9

_

Se tiver alguma sugestão, história ou curiosidade, mande um e-mail para sexon@aratuonline.com.br.

Fique à vontade. O prazer é nosso!

Sentir pouco tesão é normal? Sexóloga responde em vídeo; assista

Sentir pouco tesão é normal? Sexóloga responde em vídeo; assista

 

“Não sou de sentir muito tesão. É sinal de algo errado comigo?”. Esta foi a pergunta de uma das leitoras do SexOn, respondida, em vídeo, pela sexóloga Cris Arcuri.

LEIA MAIS: “Não é só nas partes genitais”, diz especialista sobre orgasmo; veja vídeo

Segundo explica a especialista, a mulher ou o homem, nesses casos, podem estar passando por algum período de desequilíbrio hormonal, ou até algum problema psicológico. “O normal é, sim, sentir tesão, excitar-se, e ter uma vida sexual ativa”, afirma Cris. “Em casos de dificuldade, é importante dividir isso com seu médico”, orienta a sexóloga.

Se tiver alguma sugestão, história ou curiosidade, mande um e-mail para sexon@aratuonline.com.br.

Fique à vontade. O prazer é nosso!

Nova moda sexual, colocar ‘xuxa’ nos testículos pode ser perigoso, diz médico

Nas últimas semanas, um assunto deu o que falar em grupos nas redes sociais: o uso de uma ‘xuxa’ de cabelo nos testículos. A nova moda sexual tem o intuito de proporcionar mais prazer na hora da relação e foi “aprovada” pelas participantes desses grupos (e seus respectivos parceiros!).

“Trabalhoso, mas gostoso”, “mágica!”, e “meu boy está gozando até agora” foram alguns dos comentários. Contudo, a prática – que pode ser relacionada ao sadomasoquismo – pode ser perigosa, conforme alerta o médico urologista Dr. Rogério Araújo: “o retorno venoso é interrompido e pode causar uma congestão. A longo prazo, pode aparecer um dano maior, como uma espécie de gangrena, pois prende a circulação”.

Foto: reprodução/Facebook

Já a sexóloga Cris Arcuri lembra que existem acessórios específicos e mais adequados ao sexo, que podem ser facilmente encontrados em sex shops. “Os anéis penianos de silicone são justamente para prender um pouco o sangue e retardar a ejaculação, mas são feitos de material atóxico e não machucam”, disse. “Alguns até vibram e causam prazer na(o) parceira(o)”, completou.

Modelos de anéis penianos | Foto: reprodução/Blog Aquelas Coisas

Por fim, a especialista sugeriu que, muitas vezes, as pessoas buscam “tantas coisas diferentes para ter prazer” e se esquecem que “através de uma massagem, um bom beijo na boca, entrega, admiração e estar ‘lado a lado’ com a pessoa” podem fazer toda a diferença na hora do sexo.

Se tiver alguma sugestão, história ou curiosidade, mande um e-mail para sexon@aratuonline.com.br.

Fique à vontade. O prazer é nosso!

‘Prazer anal’: sexóloga fala sobre tema que ainda é tabu; assista

“‘Eita’, tabu, né?!”, questionou, bem humorada, a sexóloga Cris Arcuri, questionada sobre a possibilidade real de uma pessoa sentir prazer no sexo anal. “O ânus é uma zona erógena. Claro que pode não acontecer para todos, pois os corpos não são iguais”, explicou Cris.

LEIA MAIS: “Não é só nas partes genitais”, diz especialista sobre orgasmo; veja vídeo

A especialista ressaltou, ainda, que o importante é sempre usar camisinha e um lubrificante a base de água, pois tanto o pênis quanto o ânus não têm lubrificação excessiva.

Fique à vontade. O prazer é nosso!

“Não é só nas partes genitais”, diz especialista sobre orgasmo; veja vídeo

“Não tenho certeza se já tive orgasmo vaginal. Como saber?” – Esta foi a pergunta de uma das leitoras do SexOn, respondida pela sexóloga Cris Arcuri. No vídeo, a especialista explica que “o orgasmo é a resposta do auge de excitação para o nosso cérebro” e que não precisa ser apenas nas partes genitais.

LEIA MAIS: Das preliminares ao clímax: 17 músicas para ouvir na hora do sexo

O questionamento da leitora não é tão incomum, por incrível que pareça. Inclusive, uma pesquisa intitulada “Mosaico 2.0”, realizada em 2016, pela USP, mapeou o comportamento sexual dos brasileiros e apontou que 55% das mulheres do país ainda enfrentam dificuldades de atingir o orgasmo. As causas são diversas, mas, das 1.470 entrevistadas, 67% responderam que têm dificuldade para se excitar e 59,7% sentem dor na relação.

A pesquisa foi coordenada ela psiquiatra Carmita Abdo, do Programa de Estudos em Sexualidade (ProSex) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e ouviu 3 mil pessoas, ao todo.

_

Rapidinhas | Já ouviu falar em sexonambulismo?

Gostou do conteúdo? Deixe sua opinião nos comentários.

Fique à vontade. O prazer é nosso!

Rapidinhas | Já ouviu falar em sexonambulismo?

O nome já se explica, mas a situação não é tão conhecida assim. O sexonambulismo é uma desordem do sono que atinge 7% da população mundial e faz as pessoas transarem – literalmente – enquanto dormem. Qualquer comportamento sexual durante o sono se enquadra, segundo explicou o professor da Universidade de Minnesota (EUA), Carlos Schenk, especialista no assunto.

Ainda de acordo com ele, o distúrbio é mais comum entre os homens e não tem cura, mas pode ser controlado com medicamentos. O problema é quando o sexonâmbulo tenta fazer sexo com outras pessoas, pois, assim como o sonâmbulo comum, quem sofre com a desordem não se lembra do que aconteceu, o que pode gerar problemas mais sérios, como acusações de estupro.

LEIA MAIS: Das preliminares ao clímax: 17 músicas para ouvir na hora do sexo

Gostou do conteúdo? Que tema você quer ver na próxima sessão das “Rapidinhas” do SexOn? Deixe sua opinião nos comentários.

Fique à vontade. O prazer é nosso!

Das preliminares ao clímax: 17 músicas para ouvir na hora do sexo

Molha eu, seca eu, deixa que eu seja o céu e receba o que seja seu”

“E quando o Sol dorme, a gente faz amor. So special for me…”

Muitas músicas como as citadas acima – “Beija Eu”, de Marisa Monte, e “Madagascar”, de Emicida” – têm letras românticas/sensuais que ajudam a criar um clima e dão ritmo na hora do sexo. Pensando nisso, o SexOn preparou uma playlist no Spotify com 17 músicas para embalar esses momentos íntimos.

Ah! A playlist é colaborativa – portanto, fique à vontade para sugerir aquela música. A nossa sugestão é ouvir na seguinte ordem, com a ideia de que cada canção remeta à uma etapa da transa, desde as preliminares até o clímax, mas pode colocar no aleatório ou como preferir, afinal, a gente sabe que você não vai prestar tanta atenção nas músicas (risos).

Agora pode gozar da nossa lista 😏:

Energia Surreal (versão acústica) – Thiaguinho:

Malemolência – Céu:

Will I See You – Anitta:

A Whiter Shade Of Pale – Procol Harum:

Beija Eu – Marisa Monte:

Naked – James Arthur:

Mania de Você – Rita Lee:

Madagascar – Emicida:

So Sick – Ne-Yo:

Light – San Holo:

Sexual Healling – Marvin Gaye:

Pretin – Flora Matos:

Fazer Falta – MC Livinho

Downtown – Anitta e J. Balvin:

Love On The Brain – Rihanna:

Zero – Liniker:

Gravity – John Mayer:

Fique à vontade. O prazer é nosso.

Dia do Sexo: confira 10 posições com nomes curiosos para celebrar a data

Quer ideia melhor pra fazer no Dia do Sexo – comemorado nesta quinta-feira (6/9) – do que… sexo? Pensando nisso, o SexOn preparou uma lista de posições sexuais cujos nomes são, no mínimo, curiosos, mas nem tão difíceis assim de realizá-las, para inspirar os que querem passar a data em grande estilo.

Duvida? Confira nossa lista, abaixo:

1 – A sanduicheira

Sem usar eletrodomésticos, por favor!  Rs. Nesta posição, o homem se deita e a mulher fica sobre ele, com as pernas um pouco afastadas. O parceiro, então, movimenta-se suavemente, mas o controle é todo dela.

Crédito: Tão Feminino/montagem/Aratu Online

2 – A cruz de fogo

Apesar do nome, não tem efeitos de pirotecnia. Aqui, a mulher se deita de costas, com uma perna esticada e a outra dobrada. Já o parceiro está sentado, montado na coxa dela, estirada. É segurando na coxa que o homem se mantém equilibrado.

Crédito: Tão Feminino/montagem/Aratu Online

3 – Marte robô

Com uma inspiração tecnológica e, por quê não, futurística, para fazer tal posição é preciso de um objeto, contraditoriamente, comum. Em uma mesa (resistente), o homem se ajoelha e apoia a mulher enquanto ela se inclina para trás. Ela pode colocar as mãos no chão pra um apoio extra.

Crédito: BigBook app/montagem/Aratu Online

4 – Cão de natação

Nessa ‘releitura’ do doggystyle (estilo cachorrinho), a mulher precisa apoiar cotovelos e antebraços em algo para deixar as duas pernas cercando a cintura do homem. Este, por sua vez, está sentado em um cadeira. Os joelhos dela ficam dobrados, de forma que descanse os pés na parte de trás da cadeira.

Crédito: BigBook app/montagem/Aratu Online

5 – O arco do triunfo

Não precisa ir a Paris para conhecer este Arco do Triunfo. Na cama, o homem se senta com as pernas esticadas, enquanto a mulher senta em seu colo, de frente para ele. Após encontrar uma posição confortável, a parceira se inclina para trás entre as pernas dele. Aí, é só o homem se inclinar para frente e dar início à diversão.

Crédito: Tão Feminino/montagem/Aratu Online

6 – O pretzel apaixonado

Bem romântica! O casal se ajoelha, um de frente para o outro, e cada uma coloca uma perna do lado esquerdo do outro. Em seguida, ambos se deslocam suavemente de frente para trás.

Crédito: Tão Feminino/montagem/Aratu Online

7 – O sofá-cama

Também conhecida como ‘tesoura sexy’, nessa posição a mulher está deitada e o homem, em pé, segurando as pernas da parceira. A ‘brincadeira’ da vez é abrir e fechar as pernas ela, no ‘ritmo’ de uma tesoura.

Crédito: Tão Feminino/montagem/Aratu Online

8 – Bate-estaca

Aqui, a parceira fica deitada de costas sobre um balcão ou móvel alto com as perns erguidas, apoiando os calcanhares nos ombros do parceiro, que vai penetrá-la de frente para ela.

Crédito: OitoMeia/montagem/Aratu Online

9 – Borboleta paraguaia

O nome pode parecer estranho, mas não é uma posição complicada. O homem deve ficar deitado enquanto a mulher se senta sobre ele, de costas, e apoia as mãos nos tornozelos. Os movimentos podem ser de cima para baixo ou apenas com o quadril, para frente e para trás, ou rebolando. Uma adaptação mais fácil é sentar apoiando os joelhos e inclinar o corpo um pouco para frente.

Crédito: Tão Feminino/montagem/Aratu Online

10 – Canguru perneta

Crédito: divulgação/TV Globo

Essa posição tem uma história engraçada, pois surgiu durante um improviso no extinto programa humorístico “Sai de Baixo”, exibido na Rede Globo entre 1996 e 2002. Na ocasião, os personagens Magda e Caco – interpretados por Marisa Orth e Miguel Falabella – queriam “reacender a chama do casamento” e tentaram fazê-la. Porém, na verdade, a expressão que deveria ser utilizada era “o ganso de jaqueta”, mas o ator esqueceu o texto e lançou o “canguru perneta”, que caiu nas graças do povo.

Bom, vamos ao que interessa: o casal debe ficar de pé com os corpos colados, sendo que um está encostado na parede. A mulher ergue uma das pernas ao redor do parceiro, que a segura por uma das coxas, enquanto ela apoia apenas um pé no chão (por isso o ‘perneta’). A posição, que saiu da ficção para a realidade, é muito parecida com ‘a união apoiada’, do Kama Sutra.

Crédito: montagem/Aratu Online

E aí… Que tal experimentá-las?

Fique à vontade. O prazer é nosso!

© 2019 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA