Najila chega a delegacia em SP para prestar depoimento contra Neymar

Fonte: Da redação, com informações do Uol

Crédito da Foto: Divulgação

A modelo Najila Trindade, mulher que acusa Neymar de estupro, chegou à 6ª Delegacia de Defesa da Mulher para prestar depoimento às 11h53 desta sexta-feira (8/6), mais de 50 minutos após a previsão. Além dela, uma mulher chamada Rosângela, que trabalha cuidando do filho da suposta vítima, será ouvida pela Polícia Civil.

Najila entrou na delegacia com o rosto encoberto. Rosângela também estava no carro policial que fez o transporte. Dois policiais acompanhavam as mulheres no banco da frente da viatura. Um deles conduzia o veículo.

As duas chegaram juntas, foram cercadas por jornalistas, mas entraram na delegacia sem dar declarações. Depois que os depoimentos acabarem, o advogado da modelo, Danilo Garcia de Andrade, concederá entrevista coletiva. Ele não confirmou se Najila falará com a imprensa. Afirmou que isto será decisão da cliente.

A Polícia Civil intimou a modelo a prestar depoimento quatro vezes e até a possibilidade de condução coercitiva foi ventilada. O depoimento de Najila atrai grande atenção e dezenas de jornalistas e curiosos estão nas imediações da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher.

Os investigadores desejam que Najila explique com mais detalhes o que ocorreu no quarto do Hotel Sofitel de Paris em 15 de maio, data que ela alega ter sido estuprada. Também há expectativa que a modelo entregue conversas por WhatsApp, fotos e o restante do vídeo que gravou. Existe um trecho de 66 segundos que já foi divulgado pela imprensa e circula em grupos de WhatsApp.

Najila afirmou a seu advogado que a gravação teria um total de sete minutos. Garcia de Andrade afirmou que as imagens são peça fundamental na tese que vai expor para fundamentar a acusação de estupro. Ele declarou que o vídeo está guardado em lugar seguro.

LEIA MAIS: Pedro Scooby volta para Portugal e diz sentir saudade de Anitta: “tudo bem?”; veja