“A previdência não é a solução do país”, afirma o deputado Otto Alencar Filho; assista

O Linha de Frente entrevistou, nesta sexta-feira (31/5), o deputado federal Otto Alencar Filho (PSD) sobre a Nova Previdência, dentre outros temas de âmbito nacional. Otto foi presidente da Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia) por três anos – de 2015 a 2018.

Em conversa com os jornalistas Pablo Reis e Matheus Carvalho, o parlamentar classificou a reforma da previdência como “necessária”, mas com algumas ressalvas. “É necessária porque você tem que tirar privilégios que não cabem mais ao serviço público. Vamos ter que aumentar a idade de contribuição, isso não tem jeito. Mas tem alguns setores que a gente precisa avaliar melhor. Por exemplo, policiais que dão a vida por nós, acho que a previdência tem que ser mais flexível. Então alguns setores precisam contribuir por menos tempo. Esse é um dos pontos, existem vários”.

Apesar de fazer parte da bancada da oposição na Câmara, o deputado elogiou a gestão do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM). “Rodrigo Maia tem sido correto. Ele está tentando ajudar o governo e está apanhando demais, de forma injusta. Estou falando de um adversário, mas justiça seja feita. Ele tem colocado as matérias em pauta para a gente discutir e aí cada deputado fala de um lado e a gente chega a um acordo. Ele tem sido responsável, tem tentado manter o diálogo, apesar das brigas na Casa”.

Otto Filho comentou ainda sobre o fim da estabilidade do setor público. Para ele, indicação política deveria ser apenas para cargos de confiança. “Sou a favor do fim da estabilidade do setor público e do fim de indicação politica como Reda. Acho que só deveria ser para aqueles com cargo de confiança a partir de Diretor e cargos superiores que são estratégicos, mas para baixo eu sou contra. Se o funcionário público não está sendo produtivo, demita ele e coloque outro no lugar e ele saiba que se ele não atender bem a população também, pode ser demitido”.

Confira a entrevista na íntegra:

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba