“Nunca foi deputado estadual para saber”, diz Coronel após Rui Costa criticar orçamento da Alba

O governador Rui Costa (PT) acredita que a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) tem “mais recursos do que precisa para funcionar”. A declaração do petista, dada ao Aratu On, dialoga com o ‘Raio-x da Alba’, projeto que mostrou que os R$ 623 milhões recebidos pela Assembleia neste ano equivalem a quase cinco hospitais do Subúrbio.

Em conversa com o portal, no entanto, o ex-presidente da Alba (2017-2019), Angelo Coronel (PSD), discordou da declaração do gestor estadual. “Ele falou isso sem conhecimento de causa, porque ele nunca foi deputado estadual para saber, nunca teve acesso a finanças, receitas e despesas. Então a pessoa só pode aferir se o Poder é superavitário ou deficitário quando ele convive no dia a dia da área financeira da Casa”, disparou o atual senador, que foi eleito na mesma chapa de Rui nas eleições de 2018.
Antecessor de Coronel e atual deputado federal, Marcelo Nilo (PSB) afirmou que o governador está equivocado. O socialista, que comandou a Casa por 10 anos, comentou sobre a sua gestão. “Eu sempre tive um orçamento que era o terceiro menor do país. Proporcionalmente.  A suplementação era de mais ou menos 20 milhões, nada mais que isso”.
Durante a gestão de Marcelo Nilo, o valor recebido anualmente pela Casa passou de R$ 194.000.000 para R$ 529.000.000. De 2017 até 2019, quando Coronel assumiu a cadeira, a Alba ganhou R$ 94 milhões.
“TUDO QUE EU PEDI ELE ME DEU” 
Durante o feriado de 2 de julho, o deputado estadual afastado, Leo Prates (DEM), lamentou a declaração do governador e disse que Rui gosta de dar menos do que pode para “manter os presidentes de joelho”. Sobre isso, os dois parlamentares negam qualquer tipo de dificuldade para conseguir o que era pedido pela Casa.
“Tudo que eu pedi ele me deu. Nunca tive problema com orçamento. Rui e Wagner sempre respeitaram a Assembleia.  Nunca negou nada. Nunca”, afirmou o deputado federal. Apesar da negativa de Nilo, em 2016 o Executivo suplementou a Casa em R$ 35 milhões. Rui Costa confirmou à imprensa.
No ano passado, antes de deixar o comando da Assembleia, Coronel também chegou a pedir complemento de R$ 80 milhões, mas Rui Costa só liberou R$ 64.000.000. “O que era solicitado o governo atendia. Mas no final do exercício 2018 ficaram as parcelas vencidas do acordo do plano de cargos e salários dos servidores, que foi acordado com o sindicato para pagar escalonado em 15 anos”, explicou.
Coronel palpitou, ainda, que a atual gestão, feita pelo deputado estadual Nelson Leal (PP), deverá pedir suplementação ao estado no final deste ano.
Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

LEO PRATES NO PCdoB, SERÁ?

Secretário de ACM Neto (DEM), o deputado estadual afastado, Leo Prates, deixou a porta aberta para a possibilidade de se aliar à esquerda política. Em uma publicação no Instagram, o democrata aparece jantando com o secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães (PCdoB).

Na legenda, Prates escreveu: “A amizade abre caminhos! O diálogo é nossa arma e a palavra nossa munição! Almoço com o amigo Davidson Magalhães. Momentos muito agradáveis”. A vereadora Aladilce (PCdoB), então, comentou “Vem mesmo para o PCdoB?”. O ex-presidente da Câmara Municipal de Salvador (CMS) deu uma resposta inesperada.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

ELEIÇÕES 2022: NEM SIM, NEM NÃO

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), foi entrevistado por jornalistas do Canal Livre, da Bandeirantes, no início da semana. A jornalista Thais Herédia levantou uma das críticas feitas ao Partido dos Trabalhadores – de que não foi preparado uma nova liderança para substituir o ex-presidente Lula – e questionou se o chefe do Executivo baiano pretense se candidatar à Presidência da República em 2022, ao invés do também petista, Fernando Haddad, que perdeu as últimas eleições para Jair Bolsonaro (PSL).

Rui desconversou. Veja a resposta do governador:

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

“SE PROSPERAR, VOLTO PARA PRAIA”

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) respondeu o pedido de impeachment protocolado pelo deputado federal, Marco Feliciano (Pode), contra ele de forma descontraída. “Ok. Sem comentários. Sem comentários. Isso aí é bobagem. Se prosperar, eu volto para praia. Eu estou tranquilo”.

Feliciano teria tomado a atitude de protocolar o pedido de impeachment após Mourão curtir um tuíte da jornalista Rachel Sheherazade em que dizia “Palestra do general Mourão em Harvard. Finalmente um representante do governo não nos causa vergonha alheia. Muito pelo contrário: o vice mostrou como ele e o presidente são diferentes: um é o vinho, o outro vinagre. Parabéns pela lucidez, general Mourão!”.

Para ele, Mourão está contradizendo Bolsonaro em diversos posicionamentos.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

EXPECTATIVA // REALIDADE

O deputado estadual Marcell Moraes (PV) disse, ao Linha de Frente, que se “esqueceu” da crítica feita ao humorista Danilo Gentili em 2013 quando foi protocolar o Projeto de Lei que daria a Comenda 2 de Julho ao apresentador do SBT pelos “serviços prestados à Bahia”, em 2019.

Há seis anos o parlamentar escreveu, em sua conta no Twitter: “Esse IDIOTA falando mal da NOSSA Bahia! Amanhã no plenário vou solicitar uma moção de repúdio para esse “apresentador”. RESPEITE NOSSA BAHIA!”.

Questionado pelo Linha de Frente, o parlamentar disse que “esqueceu” a crítica e que, por isso, retirou o projeto.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

“NUNCA MAIS, NUNCA MAIS O DESPOTISMO”, JÁ DIZIA O HINO DO 2 DE JULHO

Em nome da bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), foi protocolado um projeto de resolução para conceder a Comenda 2 de Julho ao artista José Pereira de Abreu Júnior, conhecido como Zé de Abreu.

No texto, é destacado a “postura firme do artista em defesa da democracia, da liberdade e da cultura popular”. Em fevereiro de 2019, em reação a autoproclamação de Juan Guaidó à presidência da Venezuela, José de Abreu declarou-se presidente do Brasil por meio de uma rede social. A Comenda 2 de Julho é a maior honraria da Assembleia Legislativa da Bahia.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

DE OLHO NA CORRERIA ALHEIA

Durante entrevista exclusiva para o Linha de Frente, o governador Rui Costa (PT) revelou que manda mensagens às 4h30 para os secretários em um grupo no WhatsApp que mantém com todos.

E ainda fiscaliza quais são os titulares que leem primeiro e  quais leem por último. Ele só não revelou o ranking da ‘correria’ na hora de responder.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

SE A CARAPUÇA SERVIR…

O vereador Carlos Bolsonaro (PSL) usou sua conta pessoal no Twitter para cobrar defesa a favor da votação da reforma da previdência por parte dos deputados apoiados por Bolsonaro durante a campanha eleitoral. Sem citar nomes, Carlos deu um sermão nos parlamentares e afirmou que “um time tem que jogar junto”.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

A LEI QUE PODE ESTIMULAR UMA “GUERRA SANTA”

O deputado federal mais votado na Bahia, Pastor Sargento Isidório (Avante-BA), representava a bancada conservadora da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), apesar de autodeclarado “ex-gay”. Isidório afirmou que a criminalização da homofobia traria uma “guerra santa” ao país. O assunto está em discussão no Supremo Tribunal Federal (STF).

“Eu sou ex-homossexual, então tenho convicção de que é possível viver respeitando uns aos outros. E por que que a gente vai aceitar que haja uma lei que vai estimular uma guerra? O que vai acontecer é uma guerra santa, tá entendendo?”, disse o deputado durante entrevista ao Uol.

Com a mudança de opção sexual, há 24 anos, um dos primeiros projetos de lei protocolados pelo pastor foi a criação do “Dia do Orgulho Hétero”. Na quarta-feira (20/2), durante discurso na tribuna, reforçou que é “ex-gay” e falou sobre o projeto.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

”ÁGUA É SAÚDE, ÁGUA É VIDA”, SÓ NÃO É FONTE DE DINHEIRO

O agora vereador de Salvador, Marcos Mendes (PSOL), suplente do deputado federal Hilton Coelho, do mesmo partido, protocolou uma indicação de Projeto de Lei que prevê o fornecimento gratuito de água filtrada em restaurantes, pizzarias, churrascarias, bares, cafés, lanchonetes, casas de sucos e casas de shows.

No teor da matéria, o parlamentar sugere como facultativo o fornecimento de água filtrada gelada e propõe, em caso de recusa, o pagamento de multa de R$ 500. Há a previsão de pagamento de R$ 5 mil caso a água não seja proveniente de filtros em conformidade com a Norma Técnica NBR Nº 16.098, de agosto de 2012, ou seja, não tenha “qualidade comprovada pelos órgãos da Vigilância Sanitária”.

“A água é essencial à preservação da vida e ao bem-estar da pessoa humana e deveria ser garantida de forma gratuita para todos os seres humanos. Qualquer cliente que permaneça mais de meia hora num bar ou hotel certamente haverá de consumir um pouco d´água”, diz um trecho do projeto.

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

1 2 7
© 2019 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA