“Tempero de família”: conheça o bar sessentão da Rua Direita que virou tradição entre os moradores de Santo Antônio Além do Carmo, em Salvador

Em meio ao colorido da arquitetura de prédios antigos estilo colonial, à decoração dos ateliês e detalhes das pousadas, a fachada azul, longas janelas e mesas à calçada denunciam de imediato o bar sessentão da Rua Direita.

Nada de retrógrado, nada de obsoleto, nada de arcaico. O velho conhecido e sempre procurado ponto de encontro no bairro do Santo Antônio, já próximo ao Largo, em Salvador, tem uma cozinha diversificada, opções variadas de comida baiana a petiscos, ótimo serviço e badalação total aos finais de semana, com fila de espera e disputa acirrada pela varanda.

A “fama” do conhecido, na comunidade, não é de agora; o bar que movimenta o Carmo, sempre lembrado entre os amigos do bairro, que conquista fácil pela culinária e não para de atrair novos visitantes, no centro histórico da capital baiana, é legado do Sr. Ulisses.

Há mais de 60 anos, o pai de Jorge, avô de Lorine, casado com Dona Edith, enxergou, na culinária da esposa, uma forma de aumentar a renda da família. Naquela época, trabalhando como sapateiro, ele ainda não sabia, mas estava iniciando um longo caminho que seria percorrido também pelos filhos, inspirados pela culinária que aposta no sabor e na simplicidade para conquistar paladares.

Crédito da foto: Bar Ulisses oficial (via site)

A empreitada deu certo. Por 2 décadas, Sr. Ulisses comandou o bar e restaurante, compondo uma parte da história não só individual, da família, mas do bairro de Santo Antônio Além do Carmo, reduto cultural e – por que não dizer? – também gastronômico na capital baiana.

E o legado que deixou foi mantido pelo filho, Jorge Lopes, que, aos 19 anos de idade, assumiu o “Bar Ulisses”. O estabelecimento é hoje um dos mais tradicionais pontos do bairro, onde você encontra um cardápio variado de carnes, moquecas, ensopado, massas, petiscos e frutos do mar a preço justo, para curtir a saideira.

Foto: Ana Maria Simono

Quem participa ativamente do funcionamento do local, hoje em dia, é também a filha de Jorge Lopes, Lorine. A história do bar (no bairro, vale dizer!) é de família: ainda na Rua Direita, pouco depois do monumento Cruz do Pascoal, a apenas alguns metros do Largo, o irmão de Jorge mantém o “Abará da Vovó”, para quem não perde um petisco caseiro, um peixe na folha de bananeira ou um bolinho de feijão fradinho com aquela pimenta no ponto; na rua paralela, família novamente: ainda no bairro de Santo Antônio, outro irmão de Jorge Lopes faz sucesso com o conhecido “Bar do Charuto”, que faz aquele PF “caprichado” para quem gosta mesmo é de comida caseira.

O tempero – como bem diz o ditado – “é de família”: veio das mãos cuidadosas de Dona Edith, há mais de 60 anos, e os sabores da culinária que ela começou continuam despertando paladares no bairro histórico de Salvador.

Foto: Ana Maria Simono

A comida do “Bar Ulisses”, por lá, assim como a dos irmãos, se comunica diretamente com o bairro: tem ar de preparo cuidadoso, cheiro de panela cheia no interior, cara de refeição preparada com afeto e tradição de família.

Quer mais? No “Bar do Ulisses”, se você chegar cedo, ainda consegue mesa com vista privilegiada para a baía de todos os santos. Na dúvida, já sabe: há mar e saideira, com cerveja no ponto, te esperando por lá.

Foto: Dicas da Saideira

Serviço
BAR ULISSES
Rua Direita do Santo Antônio, n° 541 – Largo do Santo Antônio (Salvador)
Contato: (71) 3014-0130 ou (71) 99934-2902
@barulisses_oficial

Nenhum Comentário

Os comentários estão desativados.