20ª edição do Comida di Buteco: conheça os bares que entram na disputa de sabores em Salvador

A competição que elege o melhor boteco do Brasil, após eliminatórias entre os sabores de 21 cidades, deu início às etapas municipais da competição e, como a #saideira de cada dia só vale mesmo se houver resenha e mesa de bar, o programa da última semana resolveu trazer um pouco da história de alguns dos pratos inscritos para você se deliciar.

Será que vale a pedida?

Nos estúdios da TV Aratu, Ana Claudia, do “Delícias do Mar”, falou sobre o “escondidinho da Ivete”, que promete “levantar poeira” e conquistar o público baiano, com o siri catado do Caminho de Areia. Sérgio Pinto, do “Panela de Barro”, que também participa da competição, não ficou atrás e chamou logo o “escondidinho maluco beleza”, pra ver quem se dava melhor na disputa que – a esta altura – bem parecia musical, entre Raul e Ivete. Mas, aí chegou o “Trio Maravilha” e, embora o arranjo parecesse todo sonoro, é na disputa pelo sabor que os bares deverão se enfrentar diretamente.

Trabalhado na baianidade, jogando pimenta na mesa e explorando as potencialidades de uma mistura harmônica entre comida de raiz, feira livre da Bahia e proximidade com a água, o “Mar e Sol”, apresentado por André Luís, deixou claro que a concorrência não seria fácil.

Se houve unanimidade, no programa, quanto ao melhor prato? Nenhuma. Mas a boa notícia é que dá pra experimentar um pouquinho de cada um. Na comemoração dos 20 anos do Comida di Buteco, os petiscos de todos os bares estão saindo a um “preço amigo” de 20 “dinheiros”. No total, 38 botecos baianos concorrem, de 12 de abril a 12 de maio, entre si, buscando a 1ª colocação.

Tem mais: como a eleição de ícone do sabor envolve não apenas ingrediente, cuidado com o produto, sutileza na montagem, atendimento e apresentação, mas também memória, cheiro, vínculo afetivo (daquela comida que “te abraça”), tradição, identidade e cultura local, no programa, a produção achou que cairia bem, no meio da comilança, um samba de resistência, que apostasse, assim como os bares, em uma proposta “experimental”, mas cheia de repertório, história, mistura, gingado, raiz.

Na 62ª edição do Dicas da Saideira, o papo e a resenha, em clima descontraído, deram espaço a uma mescla: experiência sensorial, musical, gastronômica.

Quem chamou os convidados para a dança foi o ex-diretor musical do grupo Timbalada, Augusto Conceição, filho do grande maestro Vivaldo Conceição, em um projeto laboratório com nome sugestivo: “Vai Kem Ké”.

Se deu certo? Mais que isso. Deu samba! O resultado dessa mistura entre música de qualidade, mesa de bar e disputa gastronômica você confere assistindo ao programa completo através do link: https://www.facebook.com/aratuon/videos/1199102336935094/.

Veja também a lista de botecos que participam da competição em Salvador e Lauro de Freitas, este ano, e fique ligado nas boas pedidas através das redes sociais @dicasdasaideira. A live vai ao ar toda sexta-feira, a partir das 17h30, pelo Facebook do @aratuonline.

Lista de participantes baianos do Comida di Buteco 2019:
1 – Abará da Vovó
2 – Bão Petiscaria
3 – Bar das Meninas
4 – Bar Koisa Nossa (Os Internacionais)
5 – Boteco 31
6 – Boteco Ás de Kopas
7 – Boteco Bieja
8 – Boteco da Mídia
9 – Boteco da Resenha
10 – Boteco do Nenca
11 – Boteco do Piri
12 – Cantina dos Artistas
13 – Caranguejo do Pascoal
14 – Casa de Carmem
15 – Crisana
16. Delícias do Mar
17 – Espetinho do Bakkana
18 – Força’s Bar
19 – Bar Lagoa dos Frades
20 – Lopandra
21 – Mar e Sol
22 – Mocambinho
23 – Navona Bar do Tonho
24 – Nova Alegria
25 – O Cervejeiro Bar
26 – Panela de Barro
27 – Ponte Aérea
28 – Privilege Bar
29 – Quintal Raso da Catarina
30 – Recanto do Pascoal
31 – Recanto Encontro com o Mar
32 – Recanto do Moura
33 – Rio Boteco
34 – Rita da Lambreta
35 – Sushili
36 – Tropos Gatrobar
37 – Villa Gastronômica
38 – Xique Xique

Nenhum Comentário

Os comentários estão desativados.