Camarote Expresso 2222 investe em paisagismo comestível

Defendendo que alegria e conservação podem caminhar juntas, o Expresso 2222 ratifica mais uma vez o seu compromisso de ser um camarote sustentável e, pelo terceiro ano consecutivo, terá a empresa Toca Ambiental entre os seus parceiros. Além da proposta inovadora de paisagismo ecológico aplicada aos ambientes do camarote, agregando princípios de agricultura urbana e reaproveitamento de materiais na consolidação dos espaços, a Toca vai implementar a reciclagem e o gerenciamento de resíduos sólidos do 2222 durante todos os dias de festa. 

Uma das novidades será o paisagismo comestível, um sistema que mescla plantas ornamentais com plantas que podem ser ingeridas pelo homem na alimentação, como ervas e hortaliças. Todas essas plantas são orgânicas e fornecidas por produtores locais que trabalham com agroecologia. Já o gerenciamento de resíduos sólidos vai desde a elaboração do plano de ação, que mapeia como entram e como saem esses materiais do camarote, até a implantação da estratégia, com a coleta e destinação final adequadas. Para receberem esses resíduos, foram escolhidas ONGs e cooperativas de catadores de material reciclável​l da Bahia​.

A preocupação com a conscientização dos convidados do Expresso 2222 também estará presente nas ações educativas. Em todo o camarote haverá não só coletores, mas também cartazes informativos sobre as diferenças entre cada um deles e sobre o quanto isso é capaz de minimizar o impacto ambiental.  Paralelamente, os promotores, que serão de seis a oito por dia, darão dicas de economia e explicações simples sobre a política nacional de resíduos sólidos.

Nenhum Comentário

Os comentários estão desativados.