O incrível mundo dos sonhos! Confere aqui tudo sobre Semana da Alta Costura de Paris

Oi Meninas!

Nesta segunda-feira, dia 21 de janeiro, foi dada a largada para a temporada de alta costura de primavera/verão 2019, e nós estamos como?!  Apaixonadas!

A Haute Couture, como é chamada em francês,  não é a moda comercial, aquela nós seres humanos normais consumimos diariamente. Mas para profissionais do segmento, ela representa o clímax da criatividade e exuberância, unindo os mais perfeitos criadores, qualidade de materiais e trabalho minucioso, tudo produzido à base de riqueza de detalhes e alto rigor técnico, feitas à mão, sob medida e somente em Paris. Então, vamos desbravar o primeiro dia de show deste universo mágico disfarçado de vestidos, casacos ou itens de alfaiataria, geralmente usados em grandes eventos de gala e red carpets.

 

Schiaparelli (@schiaparelli ) Imagine o “Jardim do Éden em Marte” e os seus encantamentos… Este foi o clima que carregou florais que se declinavam em pétalas de seda e tule, criando uma atmosfera mágica, repleta de vida e impacto visual, inspirados no universo celeste e na natureza. Sem dúvidas, as cores foram o forte da coleção, que de minimalista não teve nada. A paleta contou com tons rosa-choque, amarelo, verde e vermelho, além de cintilantes e neon. Com uma espécie de alfaiataria descolada, camadas exageradas, caudas volumosas, brilho e formas desconstruídas arrancaram suspiros do público, impressionados pela mistura de cores nada convencional para uma coleção de Alta Costura. As peças apareceram com muito tule,  botas no estilo western luxuoso e riqueza de plumas, hit que chegou tímido, mas promete permanecer nos nossos corações e invadir as vitrines fashionitas do país.

Fotos: Fashion Network

 

Iris Van Herpen ( @irisvanherpen ) Em um desfile sensorial, incrível e deslumbrante, a artista marcou mais uma vez seu talento na passarela. Criações em tecidos fluidos e cores marcantes, as peças apresentavam efeito tridimensional impressionante, traduzindo formas que pareciam ter vida própria. Os vestidos em organza translúcidas com muitas camadas ondulantes bailavam junto ao corpo da modelo, em uma dança que enlouquecia os olhos do público presente, diante do movimento posposto pelas criações.

Fotos: Fashion Network

 

Christian Dior ( @dior ) Le Cirque! O circo invadiu os sonhos da Dior, e com certeza, os nossos também!!! O tom fantástico, criativo e caótico dos picadeiros circenses sempre originaram grandes inspirações para os artistas. Nesta coleção, a Dior abraçou a temática e apresentou peças em bordados e aplicações que representam arlequins, animais e chamas. Babados lembram a figura dos pierrots, enquanto os trajes de domador apresentam um ar clássico e sofisticado. Foco nos maravilhosos vestidos plissados com ​​listras douradas e organza com bordados de lantejoulas, um show de beleza e elegância e fluidez. As listras complementam o imaginário circense, com cores vivas e efeitos tridimensionais, e ficaram incríveis em modelagens amplas, mangas bufantes e babados, representando bem o clima lúdico.

 

Fotos: Fashion Network

 

Maison Rabih Kayrouz ( @maisonrabihkayrouz ) Iniciando a sua trajetória no seleto grupo das marcas de alta costura, a Maison apresentou uma coleção oversized com peças assimétricas e tons que variavam do sóbrios às cores fortes. Forte presença de listras e cortes que cobriam os corpos das modelos, enquanto proporcionavam uma espécie de alongamento. Sem dúvidas, uma grande estreia!

Fotos: Fashion Network

Ralph&Russo ( @ralphandrusso @ralphandrussohautecouture ) Silhuetas definidas e cortes assimétricos, a marca londrina trouxe texturas, brilho e movimento para esta temporada. Com muitas plumas e riqueza em acessórios, como chapéus, luvas e bordados, o exagero de detalhes traduz a moda festa atual, um luxo moderno e desejo mundial. A maioria das peças acompanha o desenho da silhueta feminina, e mistura tons discretos e mais fortes, fechando a atmosfera sofisticada que representa a marca.

Fotos: Fashion Network

 

Giambattista Valli ( @giambattistavalliparis ) Pernas à mostra e muito volume traduzem a alta costura charmosa deste artista, que se inspirou na sua primeira visita à Cidade Luz. Marca bem presente nas suas criações, a coleção teve vestidos com muitas camadas de tecidos transparentes que possibilitam a passagem da luz, criando um efeito volumoso e fantástico. Silhuetas fortes e inteligentes, e mesmo diante da riqueza de elementos, as pernas das modelos estiveram presentes a todo momento, acrescentando um tom sexy à suas criações.

 

Fotos: Fashion Network

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *